Jesus é amor!

|

A unidade do Amor

Todos os dias me deparo com o mundo, cheio de tragédias, desastres da natureza que jamais eram esperados, violência, corrupção, e o pior de tudo, pessoas sem “amor”.

Acredito que todas essas mazelas ocorrem fundamentalmente pela falta de amor. Pessoas se digladiando, passando por cima de qualquer coisa para crescerem e serem bem sucedidas.

“E, por se multiplicar a iniqüidade, o amor de muitos se esfriará.” (Mateus 24:12)

Infelizmente tenho visto o amor se esfriando no local onde ele deveria ser o preceito fundamental, na IGREJA. Pessoas querendo estar na liderança apenas para “se aparecer”, servindo as vezes como pedra de tropeço para novos cristãos, pessoas impiedosas, totalmente carnais, mesquinhas e cheias de si.

Por isso o povo cristão não pode esquecer do preceito fundamental o “Amor”, um dos maiores exemplos do verdadeiro amor foi expressado pelo nosso Deus:

“Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu seu filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna.” (João 3:16)

Deus nos amou antes mesmo de nascermos, de tal maneira que enviou o nosso Salvador Jesus Cristo para que tivéssemos vida em abundância, e nós muitas vezes não somos capazes de dar amor aos nossos irmãos. Nós cristãos temos que nos ater ao amor, desenvolvê-lo e dividi-lo com o próximo, nos tornando dessa forma uma unidade forte, verdadeiros disseminadores do evangelho.

“Ainda que eu falasse as línguas dos homens e dos anjos, e não tivesse amor, seria como o metal que soa ou como o sino que tine. E ainda que tivesse o dom de profecia, e conhecesse todos os mistérios e toda a ciência, e ainda que tivesse toda a fé, de maneira tal que transportasse os montes, e não tivesse amor, nada seria. Agora, pois, permanecem a fé, a esperança e o amor, estes três, mas o maior destes é o amor.”(I Coríntios 13:1,2 e 13)

Como a própria mensagem de Deus descreve, o maior dos dons é o “Amor”!

É através do amor que nos achegaremos mais próximos de Deus, e é nossa arma fundamental para evangelizar, pois é ele que nos modifica, que transforma a nossa horrenta personalidade carnal.

O amor deve fundamentalmente ser utilizado nos relacionamentos na igreja, nos trazendo unidade.

“Acima de tudo, deixem que o amor dirija a vida de vocês, porque assim toda a igreja permanecerá unida em perfeita harmonia.” (Colossenses 3:14)

Lendo um livro muito interessante, descobri uma história sobre uma união que fez a diferença.

A história é sobre uma família de fazendeiros cujo filho pequeno saiu de casa andando ao acaso e se perdeu. Ao redor havia enormes campos de trigo, pronto para ser colhido. Centenas de amigos e vizinhos começaram uma busca frenética por toda a parte, sem sucesso. Eles sabiam que alguém poderia passar a poucos metros do garoto sem vê-lo por causa dos altos ramos de trigo. Finalmente após 2 dias, o pai, desesperado, sugeriu que as pessoas se dessem as mãos e atravessassem os campos juntas. Cerca de 2 mil pessoas o fizeram, e após andar apenas 400 metros, chegaram ao corpo do garoto. O pai de coração partido, disse que, se eles tivessem se dado as mãos antes, seu filho poderia ter sido salvo.

Esta história deve ser repetida em nossa comunidade cristã, precisamos amar e nos unir.

“Quero que nos ajudemos uns aos outros com a fé que temos. A vossa fé me ajudará, e a minha fé os ajudará.” (Romanos 1:12)

“Amai-vos cordialmente uns aos outros com amor fraternal; honrem uns aos outros.” (Romanos 12:10)

A igreja deve ser unida, o amor deve imperar, temos que deixar as fofocas, brigas, revoltas uns com os outros, e procurar a união, pois como diz o velho ditado, “a união faz a força”, e com ela alcançaremos almas pra Cristo.

Deus lhes abençoe,

Rômulo Almeida Carneiro



1 Comentário:

Claudia disse...

Oi querido... eu li o seu artigo... Como o evangelho é simples... O amor é o seu ideal, os nossos relacionamentos entre irmãos, na família e com o Nosso Pai, deve ser pautado pelo amor, o maior de todos os sentimentos... E o nosso Deus não tem amor, Ele é Amor... Quão maravilhoso é saber que temos um Deus que nos amou primeiro, que nos desejou, que sonhou conosco. Cabe a nós, deixarmos a mesquinharia, a mediocridade, a insensibilidade, e olhar somente para Jesus. Esquecer antigas mágoas, amarguras e rancores... Transformar nossos corações e deixar Nosso Pai Querido trabalhar em nossas vidas, cuidar de nossos sentimentos e fazer de cada um servos, para a honra e glória do Seu Nome! Fiquem na paz do Senhor... Abs! Claudia Regina Mendonça Evangelista

Postar um comentário

 

©2009 Grito de Louvor - Evangelismo via Internet | Todos os direitos reservados a Cristo